Aprenda a Atingir o Orgasmo Sozinha

A masturbação é libertadora! Se você ainda não conseguiu chegar ao orgasmo, é o caminho certeiro

prazer clitoris

Para quem está solteira, é uma forma de se satisfazer. Para as comprometidas, é uma maneira de conhecer o corpo e melhorar o sexo com o namorado. Portanto, não tenha vergonha e siga as nossas dicas para atingir o clímax por conta própria!

 

O lugar ideal

Escolha um local em que fique sozinha, sem medo de ser interrompida. Relaxe completamente por pelo menos meia hora. Trancar a porta é uma boa. Se você nunca atingiu o orgasmo por meio da masturbação, sugerimos que a autoestimulação seja feita no quarto. Lá sempre tem uma cama confortável, onde você pode se movimentar à vontade.
 

Prepare o espírito

Faça desse momento uma inspiração para que o orgasmo role mais facilmente. Deixe o clima sensual: se tomar uma taça de vinho te deixa mais sensual e desinibida, tome. Coloque uma música, acenda velas, passe seu perfume predileto… entre no espírito! Tudo isso contribui para a fantasia do orgasmo.
 

A melhor posição

A sugestão é se deitar de barriga para cima com a cabeça em um travesseiro macio. Suas pernas devem ficar esticadas ou com os joelhos ligeiramente dobrados e os pés apoiados na cama. Assim, você pode se balançar, girar o quadril, arquear as costas. Se você não se sentir à vontade nessa posição mais “escancarada”, pode ficar de ladinho, sentada na beira da cama ou misture tudo conforme a excitação for aumentando.
 

A técnica do toque

A sua mão é a melhor e mais completa ferramenta para atingir o orgasmo sozinha. Com ela, você tem a percepção de todos os lugares que estiver se tocando. O toque pode ser feito da seguinte maneira:
 
1. Aplique uma boa quantidade de lubrificante em toda a vulva para evitar uma irritação por atrito.
 
2. Usando as pontas do indicador e do polegar, sinta seu clitóris, acariciando ou pressionando suavemente, movendo a pele abaixo em pequenos círculos. Nunca o esfregue porque ele é ultrasensível e pode acabar com o clima.
 
3. Sinta seu clitóris passando-o pelo capuz, ou seja, um pouco acima dele. Então, suba outra vez, concentrando-se na glande do clitóris, localizada entre ele e o início da vulva. Agora, explore o osso pubiano ainda pressionando-o de forma suave e rítmica.
 
4. Agora explore os lábios externos, incluindo a área entre a vulva e a parte de cima das pernas. Acaricie o períneo e as nádegas.
 
5. Leve as pontas dos dedos novamente para a vulva e volte ao clitóris, subindo pelos pequenos lábios. Experimente tocar o clitóris de forma direta. Se precisar, coloque mais lubrificante. Se você achar o toque direto muito intenso, volte para o conforto e continue acariciando o capuz, área menos sensível.
 
6. Experimente usar os movimentos circulares e pulsantes das pontas dos dedos em diversas velocidades. Aumente e diminua o ritmo da pressão constantemente, mas sem pressa. A intenção não é só chegar ao orgasmo, mas desfrutar todo o prazer da experiência.
 
7. Pressione seu pulso contra o monte de Vênus também, no mesmo movimento da mão. Nesse momento, o orgasmo ganhará força. Mova o quadril contra a sua mão, pressione, relaxe.
 
8. É provável que você tenha se contraído como se estivesse segurando o xixi. É como se a vagina fosse direcionada ao clitóris, o que aumenta a estimulação.
 
9. Lembre-se de respirar profunda e normalmente para ajudar no transporte correto do fluxo sanguíneo.
 
10. Quando a excitação crescer a ponto de chegar ao auge, continue mantendo um ritmo firme e rápido, arqueando as costas a cada pressão do pulso, entrando no clímax. Quando o orgasmo vier, permita-o. Seu corpo reagirá de uma maneira única!
 

Pratique, pratique e pratique

Você não é obrigada a atingir o orgasmo para se sentir verdadeiramente feminina, mas chegar lá é bom demais. Por isso, para ficar bom nesse negócio, praticar é o caminho! Mesmo que não atinja o orgasmo todas as vezes em que tentar, curta o momento e vá conhecendo o seu corpo cada vez mais. Não perca oportunidades. Se estiver com vontade, faça!

Sex Toy

Ah, e se você deseja chegar a outro patamar no quesito orgasmo, basta utilizar algum vibrador que seja para massagem do clitóris e de toda a vulva. São, realmente, fantásticos. Nossa dica é o Kit: Segredos do Prazer. No qual acompanha 1 mini massageador clitoriano e um lubrificante estimulante vaginal. A combinação deles é um must!

 

prazer segreto

The post Aprenda a Atingir o Orgasmo Sozinha appeared first on Darme SexShop – Blog | Dicas de Sexo e Relacionamento.

Powered by WPeMatico

Desvirginando um cú no menàge

Olá, meu nome é Marcos e o da minha esposa é Regiane. Somos um casal normal, transamos umas três vezes por semana. Certo dia estávamos combinando uma viagem para o litoral de Ubatuba. Como não temos filhos, resolvemos convidar um casal de amigos nossos, mas infelizmente, ou felizmente, somente a esposa do André, Valéria pode ir com a gente. Ele só iria no final de semana. Valéria e uma mulher muito recatada, mas tem um corpo muito bonito. Minha esposa também tem um corpinho muito bonito para sua idade, 38 anos.
Meu apartamento só tem um quarto, mas é muito grande. Tem duas camas de casal e duas de solteiro. Não tivemos opção a não ser dormir os três no mesmo quarto. Sou louco por sexo e naquela noite senti uma vontade enorme de dar uma trepadinha, mas minha esposa me alertou que a Valéria estaria no quarto junto. Eu disse para fazermos bem baixinho, então ela aceitou.
Esperamos ela dormir e demos uma rapidinha. Mas ao olhar para o lado, percebi que ela estava acordada. Não falei nada para minha esposa. Gozei gostoso só de imaginar outra pessoa nos olhando. No dia seguinte fomos para a praia. Para minha surpresa a Valéria estava com biquini bem sexy, principalmente para ela, que é recatada. Minha esposa, como de costume, com seu biquini atolado no seu rabo gostoso, percebi que muitas vezes era observada pela Valéria com um olhar meio estranho, de apreciação. Voltamos para o apartamento por volta das 18h, pois estávamos na praia há bastante tempo. Chegamos e fomos dormir um pouco para irmos a uma balada mais tarde.
Curtimos a noite toda na balada. Então percebi que a Valéria estava de olho na minha esposa. Percebia que as duas dançavam com os corpos se esfregando. Certo momento minha esposa veio até mim e disse que a Valéria bebeu de mais e que tinha tentado passar a mão em sua boceta. “Deve estar mesmo”, imaginei.
Fomos embora para casa. Ao chegar, Valéria ligou o som e começou a dançar como uma louca. Minha esposa entrou no embalo. Eu fiquei sentado no sofá, só olhando as duas agarradas dançando como se não tivesse ninguém ali. Meu pau começou a ficar duro só de imaginar as duas peladinhas na minha frente. De repente, Valéria puxou minha esposa pelo pescoço e deu-lhe um beijo de língua. Regiane olhou para mim assustada, mas só dei uma piscada dando-lhe permissão para que continuasse. As duas esqueceram de mim ali. Não acreditava no que estava vendo. Valéria começou a tirar a roupa. Que boceta linda! Toda raspada. Regiane acompanhando despiu-se também. Para minha agradável surpresa, Valéria pediu para que Regiane me chamasse para a brincadeira. Minha esposa olhou bem para mim e disse: “vem meu amor”.
Não pensei duas vezes, começamos a dançar os três juntos. Tirei minha roupa num piscar de olhos e logo já estávamos pelados. Valéria deitou no tapete da sala e disse: “vocês me deixaram louca a noite passada, agora vão ter que apagar meu fogo”. Minha esposa, que nunca tinha beijado sequer uma mulher, caiu de boca na boceta da Valéria e começou a lambuzá-la. Enquanto isso, Valéria olhou pra mim pediu para mamar no meu pinguelo. Antes de ela terminar de falar, já tinha em sua boca meu delicioso cacete.
Ficamos ali os três por um bom tempo revezando, até Valéria me olhar e dizer que seu marido nunca comeu seu cu. Regiane ficou espantada e deu risada. Falou pra ela ficar de quatro então ela teria o maior prazer de sua vida. Então deu uma boa lambida naquele cuzinho virgem — lindo mesmo—, me puxou perto dela e ficou passando a minha chapeleta na portinha da Valéria. Ela dava gritos de prazer. Fui colocando aos poucos até entrar tudo. Ela rebolava e dizia que estava adorando. Gozei umas duas vezes sem tirar de dentro. Minha esposa só ficou olhando e se masturbando gostoso na minha frente.

 

créditos do conto Jardim do Prazer

Powered by WPeMatico