Riding Shotgun – Uma animação bem sacaninha

Riding Shotgun é um curta de animação baseado na graphic novel de Nate Bowden e Tracy Yardley. Nessa história aqui publicada, que não sei se tem um começo ou fim, dois assassinos semi-profissionais, Doyle e Abby, entram numa enrascada para sair com vida de um esconderijo de bandidos.

É divertido porque tem humor, situações nonsense e uma putariazinha de leve.

 

 

retirado integralmente do Sweetlicious

Powered by WPeMatico

Manifesto Pela Legalização Do Pornô

É segunda-feira – um dia insuportável por natureza. O trabalho foi pesado – aquela história de fornecedor que não entende o briefing, de cliente cobrando e de chefe mal-humorado, sabe? O ônibus quebrou na hora de voltar pra casa – para desmanchar a sua singela alegria de, pela primeira vez no mês, ter conseguido um lugarzinho modesto para sentar no horário de rush. Chegando em casa, você descobriu que a máquina de lavar entupiu, e a casa inteira jazia debaixo d’água. Como se desgraça pouca fosse bobagem, na hora de tomar o tão merecido banho, adivinha? – isso mesmo, resistência queimada.

O primeiro impulso é querer hibernar e só acordar na próxima estação do ano. Ou gritar “para o mundo, que eu quero descer”, na esperança de que o maquinista do planeta Terra seja solidário ao seu sofrimento. E é então que você se lembra de que, para o bem ou para o mal, a internet está aí – muito estresse ou muita diversão a apenas um clique. E fazendo jus à máxima que diz que uma boa punheta salva vidas [se você também é adepto dessa política, não deixe de assistir ao vídeo no final deste post], você escolhe aquele pornozinho para se inspirar e – pronto – em questão de alguns minutos, todo aquele nervoso já se foi gozada abaixo.

É claro que se masturbar assistindo a um pornô não substitui as glórias de um bom sexo – afinal, nada é mais gostoso do que gozar acompanhado(a) e sentir cada milímetro do corpo dela (ou dele) vibrando por nossa causa. E é exatamente por isso que já passou da hora do mundo entender: a pornografia nunca foi, não é e jamais será inimiga do seu relacionamento. Muito pelo contrário – um bom pornô, além de relaxar, pode até servir como inspiração e fonte de aprendizado e de novas ideias. Por que não experimentar aquela posição que o casal fazia naquele vídeo que você viu ontem? Por que não tirar de lá umas ideias para apimentar as preliminares? E dizemos mais: por que não convidar a(o) sua(seu) parceira(o) para assistir àquele pornô com você? Esse é o tipo de brincadeira que não tem como não terminar com suspiros, suores, tremedeiras e muitos sorrisos.

Acontece que todo cuidado é pouco na hora de assistir a um pornô – afinal, vírus, spams e chefes curiosos estão sempre por aí. Por isso, a nossa dica é o Sexy Hot, que tá de site novo – e ainda mais preocupado com a qualidade do conteúdo e com a sua segurança na rede. Visual mais discreto, maior facilidade na navegação, e mais interatividade, privacidade e conforto. A partir de agora, você consegue filtrar as buscas por pornstars, duração e categoria. Dá pra classificar os filmes de acordo com a sua opinião e – o melhor de tudo – disfarçar caso seu chefe, sua avó ou sua mulher ciumenta chegue. Basta acionar o botão antiflagra, que redireciona você para algum outro site que você tenha cadastrado previamente.

Para anunciar todas essas novidades da melhor maneira possível, o Sexy Hot chamou a pornstarnacional Fabiane Thompson, que, em uma campanha pra lá de sensual e bem humorada, mostra as vantagens do Sexy Hot frente aos demais portais de conteúdo adulto. Quer ficar com aquela água na boca? Assista aos vídeos da campanha. Quer ver vídeos exclusivos e de qualidade num portal que preze pela privacidade e pela segurança do usuário? Assine o Sexy Hot.

Powered by WPeMatico