Conheça o Pornostagram

pornostagram
Enquanto a internet mainstream continua a banir conteúdos sexualmente explícitos — Facebook e Instagram são conhecidos por serem contra pornografia, o Tumblr vem lutando contra embora boa parte do tráfego na plataforma seja isso e o Vine (que é do Twitter) proibiu o pornô na rede semana passada — um site vem em defesa dos aficionados do gênero: o Pornostagram.

Sim: inspirada no Instagram, a rede social permite subir fotos de conteúdo explícito E tratá-las com os filtros hipster da sua escolha. O site é grátis (de verdade, o que é raro no ramo da pornografia na internet rs) e funciona com recursos similares ao aplicativo em que foi inspirado: você pode seguir usuários e comentar em fotos, além de postar os seus ~trabalhos (mas boa parte dos recursos requer que inscrição). Esse não é o primeiro subproduto pornográfico de redes sociais famosas. O Facebook foi agraciado com o Fuckbook, e o Pinvents com o Pinsex, mas o uso de filtros à Instagram parece ser novidade e um atrativo (pelo menos para quem gosta de ver fotos artísticas de genitálias com filtros e/ou em preto em branco).

Segundo o Daily Dot, o Pornostagram ainda é pequeno, com pouco mais de 10 mil usuários e 53 mil visitantes únicos por mês, mas agora, no pós-proibição do pornô no Vine (que era conhecido por sua permissividade), é a primeira vez que o site ganha bastante cobertura fora da Europa, onde é mais popular — o criador é francês.

Powered by WPeMatico