BRASILEIRAS PREFEREM SEXO A UMA BOA NOITE DE SONO, APONTA ESTUDO

Um estudo revelou  que entre 60% e 70% das mulheres de Estados Unidos, Reino Unido e China estão satisfeitas com sua vida sexual, mas preferem uma boa noite de sono a fazer sexo. No Brasil, no entanto, apenas 32% das mulheres prefeririam dormir, segundo a pesquisa, feita pela companhia americana de marketing e relações públicas FleishmanHillard. Esse dado contrasta com as preferências de chinesas (70% preferem o sono ao sexo), britânicas (68%) e americanas (60%).

Além disso, o estudo revelou que se americanas e britânicas tivessem que optar entre abrir mão de fazer sexo ou deixar de usar tecnologia durante três meses, a maioria deixaria de lado sua vida sexual. Outras preferências sobre questões financeiras e qualidade de vida foram mostradas nesse estudo, intitulado “Mulheres, Poder & Dinheiro” que se baseou em 4,3 mil entrevistas realizadas em agosto de 2014 nos EUA, Reino Unido, Brasil e China.

Ao serem perguntadas sobre sua definição de sucesso, as mulheres citaram com mais frequência a segurança financeira, a família e a felicidade, ao invés da riqueza, do luxo e de se tornar uma executiva brilhante. Entre as opções sexo, poder e dinheiro, 80% das mulheres escolheram dinheiro para garantir o futuro de sua família e, especialmente, fazer com que seus filhos tenham acesso à universidade.

O estudo também mostrou que cerca de 90% das mulheres preferem viver dez anos com uma boa qualidade de vida, do que 20 sem poder usufruir de plena autonomia.No entanto, curiosamente, a percepção da idade varia segundo os países.Em média, britânicas, americanas e brasileiras acham que a ‘velhice’ começa aos 70 anos, enquanto na China começa aos 59 anos para as mulheres e aos 60 para os homens.

Além disso, o desejo das mulheres de ter privacidade nas redes sociais supera, cada vez mais, o de compartilhar suas experiências na internet. Dois terços de britânicas e americanas e 80% das brasileiras tomaram medidas específicas para proteger sua privacidade na rede. De fato, em Reino Unido, Estados Unidos e China, um terço das mulheres presta cada vez mais atenção ao que compartilham nas redes sociais, enquanto no Brasil esse número chega a 61%.

Metade das mulheres que participaram do estudo, que têm idades entre 21 e 70 anos, disseram que presenciaram avanços socioeconômicos em sua vida, enquanto 10% das entrevistadas afirmaram que seu status social piorou. Em relação ao futuro, a maioria o vê de forma positiva, com grandes oportunidades e desafios no horizonte que podem ser aproveitados.

Em média, as mulheres de classe média acreditam que seria necessário um aumento de cerca de 75% em sua renda para que possam ascender à classe média alta, enquanto as mulheres deste último status social acreditam que deveriam ter um patrimônio duas vezes maior para chegar à classe alta.

Fonte: G1

Pesquisa diz: jovens brasileiras são as mais infiéis do mundo!

Antes que a polêmica seja instaurada, vamos ao que interessa. O site de relacionamento extraconjugal AshleyMadison.com – ou seja, um site dedicado especialmente a pessoas que estão em um relacionamento, mas procuram outros parceiros – divulgou uma pesquisa apontando que as mulheres brasileiras são as mais jovens quando o assunto é infidelidade.

Baseado na idade média das inscritas no serviço, de 26 anos, o diretor geral do site no Brasil, Eduardo Borges, cravou: “Dados recentes representam que as brasileiras já iniciam seus relacionamentos extraconjugais com apenas 1 ou 2 anos de casamento”. Segundo ele, a “culpa” da insatisfação das jovens brasileiras pode ser da própria cultura sensual do País, que não suprime o desejo sexual.

jovensbrasileirastraemmais

 

 

Feita com mais de 2.500 mulheres, uma outra pesquisa mostra que 57% delas admitem ter dois ou mais amantes ao mesmo tempo. De acordo com 46%, o desejo de variedade é o principal motivador da traição e 14% se queixam da falta de sexo no casamento.

A pesquisa também faz um “top 5″ das cidades que tiveram as mulheres mais jovens entrevistadas, que admitiram ser infiéis. Goiânia e Florianópolis tiveram uma maioria de 25 anos, Belo Horizonte de 26, Salvador de 27 e São Paulo de 28 anos.

 

Notícia do Terra

Maravilhosamente Lola…

Vinte dois anos, formada em Letras pela Universidade Federal de São Carlos, redatora de blog, escritora, prostituta. Isso mesmo, prostituta! E qual o problema? Autora de “O prazer é todo nosso”, como já contamos aqui em outra ocasião, Lola Benvenutti relata em seu livro suas vivências como prostituta. Mas, dessa vamos falar menos e mostrar um pouco mais da prostituta mais cult (e desejada) do Brasil no momento. Chega de conversa, vamos apreciar mais um pouco essa maravilha que se chama “Lola”.

lola1 lola22 lolla 3 lola 334   lola4 Estou errado em ser apaixonado por Lola? Comente! Por: Dom Ricardon

12 coisas que você não sabe sobre xerekas

Pesquisando sobre sexo, contos, vídeos e tudo sobre o conteúdo, olha o que acho:

“Galere, me mudei pra Inglaterra essa semana, por isso, não teremos vídeos essa semana e provavelmente nem na próxima, para que eu possa me adaptar e agilizar todo o equipamento de gravação que preciso aqui, enquanto isso vou atualizando o blog sempre que der.
Obrigada por entenderem que como qualquer ser humano também preciso de um tempinho de “descanso” do trabalho.”

Fica ai com esse vídeo curioso sobre vaginas:

E aí, você achava que sabia sobre vaginas? E agora?

Para quem não está aguentando…

Eu sei que não tem nem dois dias que eu falei do PIP…mas se você não está aguentando (que nem eu) e já está com muita vontade de começar a eleger os melhores do mundo ponográfico, tenho uma boa notícia!

Você já pode começar a votar! A Xplastic abriu no seu site uma votação para os usuários e fãs escolherem qual atriz deles é a melhor para ser indicada ao prêmio de melhor atriz. Para quem não conhece, a Xplastic é a produtora pornô da ex (odeio rotular as pessoas assim, ainda mais ela que é super fofa, mas né, as pessoas só lembram disso) BBB Mayara Medeiros. Produzindo alt-porn desde os anos 90, foi a pouco tempo que o Sexy Hot passou a contar com o excelente material produzidos por eles.

E eles resolveram botar para jogo e deixar que você escolha quem eles vão indicar como melhor atriz. Eu já tenho a minha favorita e vou votar loucamente nela rs (até porque sei que ela gosta de ficar com mulheres de vez em quando, quem sabe eu não descolo um encontro para mim lá no evento).

Entrem, escolham a sua favorita e votem a vontade! Para ir para a página onde está rolando a votação, só clicar aqui!

Powered by WPeMatico

E foi dada a largada…PIP 2014!

Todos sabem que sou viciada em filmes pornô, certo? Já cansei de falar isso aqui no blog e não canso de repetir…

Bem, desde que comecei a escrever este blog, infelizmente fomos acompanhando e vendo grandes nomes do cenário nacional se aposentar e largar a indústria, além de ver há cada ano o número de produções feitas em terras brasileiras cair drasticamente. Quem acompanhou o auge, quando atrizes e atores de novelas famosas foram fazer pornô, atualmente se sente meio orfão. Se fosse citar aqui todas as atrizes que já se aposentaram e fazem uma falta tremenda, ficaríamos o dia inteiro…

Pois bem, por mais que a indústria de produções nacionais esteja balançando, neste tempo todo o canal Sexy Hot se manteve como um bastião, um lugar que não importa quando, você sempre vai encontrar as melhores produções nacionais que estão disponíveis no mercado. Passa ano, vem ano e o Sexy Hot permanece firme e forte, sempre com o intuito de trazer o melhor do conteúdo adulto nacional para todos e todas.

E foi pensando nisso, em uma maneira de premiar os conteúdos feitos aqui e estimular novas produções e o surgimento de novas atrizes que o Sexy Hot tem o orgulho de nos apresentar o PIP!

Mas o que exatamente seria isto?  De acordo com o pessoal que pensou o evento:

“Se você ainda não ouviu falar no PIP, vale a pena parar para ler isso.

Você vai poder participar ativamente – seja produtor ou apenas fã da indústria.

PIP é a sigla para Prêmio da Indústria Pornô.

Em vários países do mundo, prêmios como esse acontecem há anos (por exemplo: Espanha, Alemanha, Canadá, Estados Unidos), mas ainda não vimos nada parecido por aqui.
Portanto, em 2014, o Sexy Hot faz acontecer no Brasil o I Prêmio da Indústria Pornô nacional.

É isso aí! Ousado, inovador e inédito.

Você, que de vez em quando assiste pornô e gosta das produções nacionais, vai ter a oportunidade de votar e ajudar a escolher os vencedores de cada categoria.”

Serão 15 categorias no total divididas entre Voto Popular (publico decide) e Júri Técnico (profissionais da indústria decidem).

Voto Popular:

Melhor cena de orgia
Melhor cena de fetiche
Melhor cena de sexo oral
Melhor cena de DP
Melhor cena de sexo anal
Melhor atriz
Melhor ator
Melhor ator (homossexual)
Melhor atriz (transexual)
Melhor título (inteligente/divertido)
Revelação do ano

Júri Técnico:

Melhor filme (heterossexual)
Melhor filme (homossexual)
Melhor filme (transexual)
Melhor Diretor

As datas:

De 04/04 a 01/06: inscrições abertas para produtoras cadastrarem seus materiais.
De 12/09 a 13/10: votação aberta para público e júri técnico decidirem os vencedores.
14/10: cerimônia de premiação. (a grande noite!)

E como o evento vai funcionar:

PIP vai acontecer em duas etapas:

Em um primeiro momento, as produtoras vão se inscrever nas categorias disponíveis.
E, depois que o Sexy Hot selecionar os 3 indicados para cada categoria, eles vão à votação, popular e do juri técnico.

Entrem no site, curtem, compartilhem! Se você é produtor, inscreva seus materiais e boa sorte! Se você é como eu, uma ansiosa espectadora, vamos esperar para ver quem vai concorrer a que, ver tudo e votar loucamente nos nossos favoritos. A votação por parte do público começa em setembro, podem anotar na agenda já (mas para quem esquecer, pode deixar que ainda haverão muitos e muitos posts acompanhando o progresso e o desenrolar do PIP).

Beijinhos,

Powered by WPeMatico