“Sexy sem ser vulgar”

Desvincular a nudez do pecado e do pornográfico. Esse é o objetivo de uma série de retratos feita por uma fotógrafa de Campinas (SP). O projeto de Andrea de Lima, de 26 anos, pretende libertar o corpo nu do tabu de proibido que ele carrega na sociedade contemporânea. Para despir suas imagens desse ‘fardo’, a artista escolheu mostrar pessoas comuns peladas, em atitudes corriqueiras do próprio cotidiano.

“Todo mundo nasce pelado e esta é uma afirmação impassível de ser contradita. Contudo, mal nascemos e já nos enfiam uma touca na cabeça, nos enrolam num pano e nos cobrem as vergonhas. Afinal, pra que tanta vergonha?”. Esse é o questionamento que serve de ponto de partida para a obra de Andrea e é com ele que a artista embasa as fotos que faz desde que começou a trabalhar com esse gênero.

Ela, que também faz fotografias de eventos, conta que o interesse em trabalhar com o nu surgiu depois de uma experiência como modelo. “Eu posei nua para dois fotógrafos e gostei muito. Achei uma experiência libertadora”, ressalta.

Veja algumas imagens:

nu-cotidiano2 nu-cotidiano3 nu-cotidiano4 nu-cotidiano5nu-cotidiano1

Mais imagens : http://nucotidiano.tumblr.com/

Fonte: Testosterona

Toda nudez será castigada

Peço licença ao gênio Nelson Rodrigues para utilizar o nome de uma das suas mais famosas peças como o título deste post. E para discordar do nome, por que nem toda a nudez será castigada…
Navegando pela internet, achei a seguinte notícia, na página do globo online:  ”Nudez em festa do Rio gera controvérsia entre frequentadores“. A notícia trata sobre festas que estão acontecendo no Rio e em São Paulo, com um clima mais liberal e com pessoas mais descontraídas onde agora a moda é ficar pelado. Peladinho, como veio ao mundo. Frequentando essas festas, é bem comum encontrar um ser nu ali, outro aqui. Mas, só os homens. Ainda não tinhámos visto mulheres nuas até que, em uma festa no Rio, uma menina decidiu tirar a roupa. Tudo devidamente documentado em fotos sensacionais pelo pessoal do I Hate Flash. E aí começou a polêmica.

A tal foto polêmica (via ihateflash)

Aparentemente, mulher não pode tirar a roupa, mesmo em festas liberais. Teve uma chuva de comentários machistas depois da divulgação das fotos, julgando a tal menina em questão, tanto o comportamento quanto o caráter. Pelo visto, a patrulha da moral e bons costumes aceita tranquilamente homens pelados, mas quando é uma mulher é algo desnecessário, ela “quer aparecer”.

Por que um homem pode ficar nu e uma mulher não? Discordando mais uma vez do título da peça e do post, acredito que nenhuma nudez tem que ser castigada (claro, por favor, pessoal. Em lugares apropiados para ficar nu, sempre com consciência e tendo certeza que as pessoas ao seu redor estão no mesmo clima que você).

E, na mesma semana desta polêmica (que não deveria ser tratado assim, mas ok) saem mais duas outras notícias: “Para 65% dos brasileiros, mulher com roupa que mostra o corpo merece ser atacada” e “Para especialistas, mulheres ainda são vistas como propriedades“.

Isso me tira do sério. É simplesmente surreal ver notícias como estas, tanto da menina quanto as outras. A mentalidade machista está enraizada de tal forma na sociedade brasileira que somos obrigadas a ler notícias como esta e ver que pensamentos assim são mais normais do que parecem. Reflitam antes de sair por ai reproduzindo tais coisas e concordando cegamente. Por favor pessoal, mais amor e menos machismo, hipocrisia e preconceito.

Beijinhos,

Powered by WPeMatico

Respublika KaZantip, um festival libertino

*Respublika KaZantip é um festival de música eletrônica que ocorre anualmente em Popovka na península da Crimeia, na porção ucraniana do Mar Negro.

Sua primeira edição ocorreu em 1991, quando a Ucrânia ainda fazia parte da URSS e era apenas um encontro de windsurfe. Após a inclusão da música eletrônica o festival cresceu e ganhou dimensões colossais. Teve edições em Shchelkino e Vesyoloe, curiosamente chegou a ocorrer dentro das instalações de uma usina nuclear desativada.

Durante a festa, a KaZantip (ou República Z) é uma nação independente fictícia com “leis” específicas. Para cruzar a fronteira é necessário um “ViZa” ou “viZto”, como é chamado o ingresso, o coordenador é chamado de PreZidente e os cidadãos são os ParadiZers ou “Z Peoples”. Comemora-se o “Ano-Novo” em 31 de julho. O público estimado durante a edição de 2008 é de cerca de 150.000 participantes.

Pode-se dividir a KaZantip por três terços de público: 1/3 de russos, 1/3 de estrangeiros (de maioria europeia) e o restante vem de várias partes da Ucrânia, principalmente da Crimeia, onde ocorre o festival.
Os anos na KaZantip começam no 31 de julho e terminam só no dia 22 de agosto. Hoje, com mais de 150 mil pessoas, é um dos maiores festivais de música eletrônica do mundo.*

 

Depois dessa bela introdução — com um oferecimento de Wikipedia — vamos ao que interessa: Bundas e peitinhos balançando!
Os “homi” pira!

 

 

 

Powered by WPeMatico

Segunda Hot: Tenha postura e te direi quem és

Taradinhos e taradinhas,

Depois de uma semana picotada, voltamos com força total!
Segunda-feira, dia de chegar no trabalho/faculdade/curso e lembrar que ainda faltam 4 dias pra sexxxta. Aiai…

Então nada melhor que um sessão de fotos, para descontrair.
E a dessa semana tá show!

São fotos que mostram o quão importante é a sua postura, e com um bônus, tá todo mundo !
Claro, senão, não entrava na sessão. rs.

É impressionante, como a postura adotada muda a pessoa. Inclusive deixando-a mais feminina ou masculina (isso vale também para os homens).
E podem ter outras denotações, como aparentar mais confiante, desleixado, sexy, atraente ou não, maduro ou não.

Curti!










 

Muito interessante! Fiquem atentos agora a postura, ela dirá muito sobre vocês!

;)
Beijinhos

 

vi no Catraca Livre

Powered by WPeMatico

Segunda Hot: De A a Z; A nudeZ

Taradinhos e taradinhas,

Segunda é dia de que? Botar pra fora todas as besteiras do fim de semana!
E de mais o que?

SESSÃO DE FOTO! :)

Sim, toda segunda temos uma galeria de fotos beeem SEXY e bem HOT!
Aiai… Tô até ansiosa! A de hoje é uma obra de arte, confiram…

Um projeto intitulado Naked Silhouette Alphabet, da jovem fotógrafa grega Anastasia Mastrakouli.
Comuma modela, um painel de vidro molhado e uma luz contra a lente da câmera ela levou a expressão corporal ao nível artístico.
Capturou o corpo da modelo formando cada letra do alfabeto, inlcuindo aí ‘K’, ‘W’ e ‘Y’.

Ficou lindo demais!























 

Sensacional, não? Pois bem, essa foi mais uma excelente dica do Casal.
Reconheceram todas as letras? Tá fácil, fácil…

Se quiserem sugerir algum post bom pra nossa sessão, é só colocar nos comentários. ;)

Beijinhos minhas delícias

Powered by WPeMatico