“Sexy sem ser vulgar”

Desvincular a nudez do pecado e do pornográfico. Esse é o objetivo de uma série de retratos feita por uma fotógrafa de Campinas (SP). O projeto de Andrea de Lima, de 26 anos, pretende libertar o corpo nu do tabu de proibido que ele carrega na sociedade contemporânea. Para despir suas imagens desse ‘fardo’, a artista escolheu mostrar pessoas comuns peladas, em atitudes corriqueiras do próprio cotidiano.

“Todo mundo nasce pelado e esta é uma afirmação impassível de ser contradita. Contudo, mal nascemos e já nos enfiam uma touca na cabeça, nos enrolam num pano e nos cobrem as vergonhas. Afinal, pra que tanta vergonha?”. Esse é o questionamento que serve de ponto de partida para a obra de Andrea e é com ele que a artista embasa as fotos que faz desde que começou a trabalhar com esse gênero.

Ela, que também faz fotografias de eventos, conta que o interesse em trabalhar com o nu surgiu depois de uma experiência como modelo. “Eu posei nua para dois fotógrafos e gostei muito. Achei uma experiência libertadora”, ressalta.

Veja algumas imagens:

nu-cotidiano2 nu-cotidiano3 nu-cotidiano4 nu-cotidiano5nu-cotidiano1

Mais imagens : http://nucotidiano.tumblr.com/

Fonte: Testosterona