Século XXI?

Sério, pessoal, em que século estamos vivendo? Cada dia aparece uma coisa mais bizarra que a outra…
Estava navegando pela internet quando li a notícia que o filme “Azul é a cor mais quente” pode não ter cópias em Blu-Ray distribuídas no Brasil. Para quem não conhece o filme: Azul É a Cor Mais Quente
Só um pequeno adendo sobre este filme: ele foi o vencedor da Palma de Ouro de Cannes de 2013, um dos prêmios mais importantes do cinema internacional, junto ao Oscar.

Dito isso, temos a notícia que talvez o Brasil não tenha cópias deste filme em Blu-Ray. E o por quê? A Imovision, distribuidora do filme, não conseguiu que nenhuma empresa produzisse os discos em solo nacional, todas se recusando e alegando que ninguém vai aceitar fazer este tipo de serviço. Todas alegam que o conteúdo é inadequado devido às cenas de sexo do filme, mesmo ele já tendo sido classificado para maiores de 18 anos e sendo exibido em cinemas de arte pelo Brasil. A distribuidora divulgou isto através de um post na sua página do facebook (https://www.facebook.com/imovision): “O  lançamento do DVD de Azul é a Cor Mais Quente se aproxima, mas temos uma péssima noticia para os fãs do filme: as empresas brasileiras produtoras de blu-ray se negam a produzir o filme devido ao seu “conteúdo”. Ainda estamos batalhando para reverter essa situação, mas não conseguimos acreditar que tratariam dessa forma a história de amor mais linda de 2013, vencedora da Palma de Ouro no Festival de Cannes e diversos outros prêmios. O que vocês acham disso?”

Dito nas entrelinhas, o filme pode não ter cópias aqui no Brasil na verdade por causa de sua história. As cenas de sexo são entre mulheres, o filme trata de um amor lésbico, o “conteúdo” é um relacionamento amoroso entre mulheres.
Duro acreditar que filmes com alto grau de violência, só para pegar um exemplo de filmes para maiores de 18, tenha uma maior aceitação que uma bonita história de amor…

Link para a notícia, vista no G1, aqui.

 

Powered by WPeMatico