Visite Casas de Swing Para Apimentar Seu Casamento

Visite Casas de Swing Para Apimentar Seu Casamento

A fim de dar um “up” na relação na cama há casais que estão recorrendo às casas de swing. Mas não é para praticar, não, mas apenas para observar. E segundo o casal swinger Kelly e Bruno, ambos de 25 anos, proprietários da loja Sexy Cherry essa técnica pode dar certo.

O voyerismo em casas e festas de swing pode deixar o casal cheio de ideias para novas aventuras. “Estar num ambiente sensual ajuda a aflorar o lado sexual dos parceiros, muitas vezes apagado pelo tempo de relacionamento”, pensa Kelly. “E isso não serve somente para a hora que estão lá. Durante semanas eles ficarão com as cenas na cabeça, aumentando assim seus pensamentos referentes ao sexo.”

 

Apimentar Seu Casamento
Apimentar Seu Casamento

 

A ideia de ir a uma casa de swing para apimentar a relação só funciona se a relação dos parceiros estiver solidificada. A prática não vai salvar o casamento de ninguém. “Para um casal que não se entende mais o swing trará mais desentendimentos. Swing não salva casamento, mas pode melhorar casamentos bons que estão precisando de algo a mais”, garante Kelly.

Hoje você vai ter uma dica que pode mudar o seu pensamento com relação a possibilidade de participar de um swing. Existem muitos medos associados a essa prática e para isso existem muitas estratégias para lidar com todos eles e viver esse mundo com toda a intensidade.

Um grande medo tanto do homem quanto da mulher é fazer um swing com um casal que pode conhecer alguém do círculo de amizades deles e isso se espalhar. O medo desse acontecimento ser conhecido por amigos ou parentes é um dos principais fatores que levam casais a descartar o swing. Mas existe um dica simples para isso.

 

Apimentar Seu Casamento
Apimentar Seu Casamento

 

Ao invés de começar nesse mundo do swing já com as estratégias de recrutamento, onde vocês podem sondar casais que estariam interessados nisso, você podem ir direto para casas de swing. Isso é uma forma muito mais direta de fazer a troca de casais acontecer.

Acontece que o medo de encontrar conhecidos nas próprias casas de swing é enorme. Por mais que você nunca imagine encontrar conhecidos em casas de swing, estes conhecidos também nunca imaginariam te encontrar lá. E é numa condição dessas que as pessoas podem se esbarrar.

A dica hoje é você experimentar as casas de swing pela primeira vez o mais longe da sua casa possível.  Ou seja, se você mora em São Paulo, combine com sua parceira de vocês passarem um final de semana no Rio de Janeiro e visitarem umas casas de swing. E que fique claro que visitar casas de swing não significa que vocês tenham que fazer sexo com ninguém.

Pode ser necessários visitar algumas vezes casas de swing até que você se sintam confortáveis para ter uma relação com outro casal. Mas muitas vezes isso já acontece na primeira vez. Então, voltando a dica… Quando vocês vão para uma outra cidade ou um bairro distante, vocês ficarão muito mais relaxados para viver essa experiência.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *