Como Achar as Pessoas Certas Para Troca de Casais Swing

Como Achar as Pessoas Certas Para Troca de Casal Swing

3 Dicas Para Fazer Sua esposa ou Namorada Praticar Swing
3 Dicas Para Fazer Sua esposa ou Namorada Praticar Swing

 

Quando você e sua parceira tiverem decidido que querem experimentar a troca de casais, um dos maiores desafios que vocês irão ter será encontrar um casal compatível com você dois. Felizmente você pode aprender com as experiências dos outros para tornar sua busca um pouco mais fácil.

Nem Sempre Acontece de Primeira

(Para Troca de Casais Swing)

Em primeiro lugar, tenha em mente que esse pode ser um processo lento. Você pode conhecer um grande número de casais, mas perceber que nenhum deles é compatível com vocês. Não é de se surpreender: Já é difícil achar duas pessoas que sintam atração uma pela outra, imagine quatro!

Pode ser que você encontre casais interessados em fazer troca de casais com vocês, mas que, por qualquer motivo, não despertam o seu interesse. Muita gente que aceita praticar a troca de casais logo com a primeira dupla que aparece costuma achar a experiência desastrosa, por isso, não tenha pressa.

Como Achar as Pessoas Certas Para Troca de Casal Swing
Como Achar as Pessoas Certas Para Troca de Casal Swing

Não Seja Exigente Demais

(Para Troca de Casais Swing)

Por outro lado, não seja extremamente exigente a ponto de nunca achar alguém bom o suficiente. Se vocês passarem um tempinho com outro casal, sem pressão ou expectativas (um jantar ou drink, por exemplo) de ambos os lados, pode ser que vocês sintam a atração entre vocês aumentar. Se sua impressão inicial não for completamente negativa, dê um pouquinho mais de tempo para que vocês se conheçam melhor.

 

Como Achar as Pessoas Certas Para Troca de Casal Swing
Como Achar as Pessoas Certas Para Troca de Casal Swing

Então, qual é a melhor maneira de encontrar outro casal para praticar a troca de casais?

1. Pessoas Que Você Já Conhece

(Para Troca de Casais Swing)

A primeira opção é considerar pessoas que você já conhece. Você pode achar que seus amigos não estariam interessados em fazer swing, mas a verdade é que a troca de casais é algo bem popular. Não desconsidere seus amigos! Pense em quem você já conhece e que acha atraente.

Convide-os para um jantar, e dê algumas pistas sutis dos seus interesses. Guie a conversa numa direção sexual e veja a reação deles quanto a troca de casais. Se você receber uma reação negativa, dê um passo para trás, já que você não quer destruir sua amizade.

2. Sites De Relacionamento Online

(Para Troca de Casais Swing)

A segunda forma, e provavelmente a mais popular, é conhecer pessoas para troca de casais online, através de sites especializados em swing. Muitos desses sites possuem uma grande quantidade de membros (casais e solteiros) à procura de outras pessoas com os mesmos interesses.

Você pode ter uma boa idéia de quem são através das coisas que postam em seus perfis, como interesses, características físicas, idade, etc. Normalmente os membros registrados nesses sites irão postar algumas fotos.

Para encontrar outros casais online vocês também devem montar o seu perfil, com informações, interesses, características físicas de vocês dois e algumas fotos. Feito isso, comece a trocar mensagens com alguns casais que chamarem a atenção de vocês.

Se as coisas estiverem indo bem, tentem se encontrar o quanto antes, mas apenas com o objetivo de se conhecerem pessoalmente, para ver se haverá química entre os quatro.

O melhor site de swing é o SWC Swing Certificado http://SwingCertificado.com.br cadastre-se para encontrar pessoas certificadas com maior segurança

 

Como Achar as Pessoas Certas Para Troca de Casal Swing
Como Achar as Pessoas Certas Para Troca de Casal Swing

3. Festas de Swingers

(Como Achar as Pessoas Certas Para Troca de Casal Swing)

A terceira maneira de encontrar outros swingers é indo a uma festa de swing. Ser convidado para uma dessas festas pode ser um pouco complicado. No entanto, os sites de swingers costumam listar as festas que irão acontecer. Escolha uma e ponha seu nome na lista de interessados. Se você for convidado para uma dessas festas, a regra de ouro é “não é não”.

Vocês não vão ser pressionados a fazer algo que não queiram, e ninguém irá se chatear caso você negue um convite para “brincar”. Essas festas são uma ótima maneira de conhecer outros casais de uma vez só, e ver se rola uma conexão entre vocês.

O melhor site de swing é o SWC Swing Certificado http://SwingCertificado.com.br cadastre-se para encontrar pessoas certificadas com maior segurança

 

Criado e mantido por casais Para Troca de Casais Swing

O SWC Swing Certificado é o maior site de swing real e troca de casais com perfis certificados e foi criado por um grupo de casais que sentiram falta de segurança e recursos em outros sites de sexo e swing.

Sistema de Certificação de perfis

Verificamos e certificamos os perfis reais diáriamente, você não precisa se preocupar em perder tempo com perfis falsos ou sem foto, aqui todos são reais e verificados.

Sigilo e segurança

O sistema é totalmente fechado para você ficar a vontade sem se preocupar em ter suas fotos e dados espalhados na internet, ponto muito importante para quem quer participar de encontros e troca de casais com sigilo.

Sistema totalmente fechado Para Troca de Casais Swing

Apenas membros logados podem acessar a rede, perfis, fotos, vídeos e encontros. Cuidado com os sites que são abertos ao google e outras ferramentas de busca onde suas fotos e dados podem ser acessados por qualquer um navegando na internet.

Mais que um site de swing, certificações para o mundo liberal Para Troca de Casais Swing

Após a certificação do perfil os membros ganham um endereço próprio com página para visitantes com o código de membro Swing SWC, codigo OCR e selos de certificações para divulgar em outros sites e para novos amigos externos, provando que é um membro certificado pelo Swing Certificado SWC e desta forma passar maior credibilidade, esta página para visitantes pode ser ativada ou desativada a qualquer momento pelo membro.

Sobre o sistema de rede social de relacionamentos do Swing Certificado.
Swing Certificado é a melhor rede social para participandes de Swing que buscam segurança e perfis reais certificados.
O sistema da rede está em constante atualização e melhoria, desde 2011 quando o Swing Certificado SWC foi criado mantemos a regra de estar sempre atualizados com a melhores tecnologias e sempre seguindo sugestões dos membros criando ferramentas para melhor integração entre os participantes online e offiline.
Criamos uma rede de ajuda, desta forma os membros mais novos sempre recbem dicas e sugestões para ter os resultados que desejam. aqui você é bem vindo e não será excluído sumáriamente com em outras sites de swing central e real.
Para ter muito sucesso mantenha seu perfil atualizado e com fotos reais, caso não queira mostrar o rosto use uma mascaras e crie um clima de mistério.

Cadastre-se e participe:  SWC Swing Certificado

http://SwingCertificado.com.br

3 Dicas Para Fazer Sua esposa ou Namorada Praticar Swing

3 Dicas Para Fazer Sua Esposa ou Namorada Praticar Swing

 

As 3 dicas descritas aqui já são muito efetivas para transformar esposas mais relutantes, em esposas receptivas à idéia de praticar swing. Você verá que não tem nada a ver com coagir ou pressionar sua esposa a praticar swing, mas sim, criar uma base e um “ambiente sexual” em seu relacionamento que irá tornar os conceitos do poli-amor, ou swing, algo natural.

3 Dicas Para Fazer Sua esposa ou Namorada Praticar Swing
3 Dicas Para Fazer Sua esposa ou Namorada Praticar Swing

Passo 1: Você e Seu Relacionamento

O primeiro passo é perceber que para praticar swing corretamente a grande questão são você, sua parceira e seu relacionamento. O intuito não é preencher vazios no relacionamento de vocês, nem em sua vida sexual. Antes de partir para o swing, você deve se concentrar em acertar o seu relacionamento.

 

3 Dicas Para Fazer Sua esposa ou Namorada Praticar Swing
3 Dicas Para Fazer Sua esposa ou Namorada Praticar Swing

Passo 2: Foque em Sua Parceira

O seu objetivo é fazê-la se sentir amada, fazê-la sentir que, pra você, ela é a pessoa mais sexy do mundo. É importante garantir que ela saiba que você se preocupa com ela e nunca irá machucá-la. Muitas pessoas têm dificuldade em expressar esses sentimentos, principalmente se já estiverem no relacionamento há muito tempo – pode ser que você sinta que sua atração por sua parceira não é mais a mesma.

Pode ser que você ache que sua vida sexual se tornou chata, e é por isso que você quer experimentar praticar o swing, para dar um toque de variedade. Você precisa contornar essa situação. Experimente coisas novas, tente fazer algumas coisas que costumavam fazer assim que se conheceram.

3 Dicas Para Fazer Sua esposa ou Namorada Praticar Swing
3 Dicas Para Fazer Sua esposa ou Namorada Praticar Swing

Passo 3: Reforce sua Atração por sua Parceira

O terceiro passo consiste em simplesmente reforçar sua atração por sua parceira e construir um elo de confiança entre vocês dois. Quanto mais confiança você criar, mais ela irá saber que seu desejo de explorar novas aventuras sexuais não são uma tentativa de substituí-la por outra pessoa.

Muitos casais acreditam que praticar swing ou sexo a três pode vai causar problemas ao relacionamento, como ciúme. No entanto, se você seguir os passos acima você irá ver que esses problemas só existem por causa da insegurança do casal. Se houver confiança plena entre os dois, esses problemas dificilmente irão atrapalhar.

Se você deseja praticar swing, mas sua parceira não demonstra interesse, comece com o passo-a-passo acima. Os resultados poderão te surpreender!

Por Que Participar de Swing?

Por Que Participar de Swing?

 

Participar de Swing
Participar de Swing

Ao contrário do que muita gente pensa, swingers são casais que trocam de parceiros, mas que não necessariamente são freqüentadores de casas de swing. O mais indicado é praticar swing numa casa de swing, mas se o swinger prefere locais mais discretos, pode muito bem os fazer em um outro lugar, como um motel, por exemplo.

Há outras formas de se fazer um swing sem ser através das casas, como, por exemplo, pela internet, cadastrando-se em sites especializados em trocas. Sempre dou a sugestão de que se o casal apenas se conhece pela internet, que o primeiro encontro seja feito numa casa de swing. Um casal só deve levar outro a sua casa depois que muita confiança já estiver adquirida entre eles. Vale até ir conhecer pessoalmente as pessoas sem compromisso (que isso fique sempre bem claro durante as conversas entre as partes).

Os casais também têm muita curiosidade em saber como os outros casais transam e isso pode ser saciado visitando-se uma dessas casas. É saudável ter curiosidade e todo mundo afinal quer saber se faz de maneira certa e se tem outra maneira melhor de se fazer. Então o negócio é ir àbusca!

Liberdade à rodo

As casas de swing são as mais indicadas pelo fator segurança, por terem uma estrutura física destinada a esses encontros e também por permitir que haja um contato mais direto entre os casais, sem contar que os ambientes costumam ser para lá de animados.

Lembro-me de eu visitando as casas junto com meus clientes, era sempre muito divertido, aprende-se um monte de posições e de técnicas. Lá se conversa abertamente sobre sexo com outros casais. É o assunto principal! E algo bem importante de se notar é que as pessoas não têm vergonha do seu corpo, mesmo que sejam bastante imperfeitos, é como uma praia de nudismo, só que a céu fechado.

É necessário que eu faça também aqui, um esclarecimento inicial: casas de swing não são lugares de libertinagem, mas de liberdade e muitos são os casais adeptos dessa prática, que poderíamos até mesmo chamar de filosofia de vida. Caso você tenha vontade de freqüentar uma, a primeira coisa a fazer é falar com seu parceiro. Nessas casas só entram casais. Lá dentro você pode separar-se da outra pessoa, mas a entrada é sempre acompanhada. Essa decisão deve ser feita pelos dois, ambos devem estar em comum acordo de que querem estar lá juntos. Não pode ocorrer de um ir apenas para agradar ao outro, a decisão é unânime entre o casal. Para swingers, a unidade é o casal.

Ciumentas, fiquem longe!

Uma outra dica que dou, se você ou ele tem ciúmes em excesso, evite ir, já ocorreu de casais estragarem a relação por falta de confiança mútua e o que era para ser uma evolução no relacionamento acabou sendo um retrocesso. É importante que o casal esteja forte, seguro e resolvido em detalhes para que não sofram pequenos e até grandes problemas, em relação ao ciúme. Se vocês forem um casal liberal em relação ao sexo, se confiarem totalmente um no outro e se têm vontade de experimentar coisas novas, participar de um clube de swing pode ser uma boa opção para quebrar a rotina. Pode ser uma novidade bem legal!

Muitas relações já melhoraram com essa experiência, casais de clientes meu já me relataram que acabaram por tornarem-se mais íntimos e cúmplices um do outro após essa experiência. Mas você deve ter em mente que se o casal já tem complicações dentro do casamento, o swing não é uma saída para resolver estes problemas. Um estilo de vida mais liberal deve ser experimentado por pessoas que se amam, que se aceitam como são, que se respeitam e que confiam um no outro.

 

Participar de Swing
Participar de Swing

Vou enfatizar algo: Casais que freqüentam swing não se traem.

“Como é que é?” Você deve ter se perguntado isso agora, mas é verdade. Eles não se traem por dois motivos, o primeiro deles é pelo fato dos dois estarem conscientes de que está havendo a troca de casal e nenhum estar sendo enganado. Segundo que, por terem uma relação liberal já previamente estabelecida, procuram participar dos encontros sempre juntos sem deixar a outra parte de fora da situação.

AMANTE = TRAIÇÃO e SWING = CUMPLICIDADE

Casais que freqüentam casas de swing raramente possuem relacionamentos extraconjugais. O que não deve também ser confundido é swing com amor. Não se faz amor em casas de swing. Faz-se sexo, amor se faz entre os casais que se amam, entre os parceiros que tem um relacionamento mais direto.

Sexo com amor só é feito entre o casal NUNCA ENTRE OS CASAIS. Assim sendo, o ciúme fica deslocado. Sabe-se que o fato de um dos parceiros estar nos braços de outro, não significa um sentimento, é apenas um desejo sexual.

Entre os casais que se trocam, no máximo existirá amizade e sempre respeito. Swing pode ser também, uma forma de amizade que você irá conquistar e algumas serão ótimas.

Ir a uma casa de swing pode ser uma situação interessante. Mas não necessariamente quem vai lá tem que trocar de casal. Há os que vão apenas para olhar e sentirem-se excitados, que são chamados os voyers.

Vou dar dicas para quem deseja conhecer esse lugar diferente:

A vestimenta é livre. Use o que lhe deixa confortável. Mas lembre-se, casa liberal não significa lugar com falta de elegância.

Educação e gentileza: não quebre as regras!

Se você é uma pessoa do tipo exibicionista e/ou gosta de roupas bem ousadas e provocantes, sim, as boates e clubes de swing permitem e incentivam tal liberdade de vestimentas. Se você preferir, pode inclusive sair de casa vestida de maneira reservada e trocar de roupa apenas no local. Geralmente há vestiários e cadeados á disposição dos freqüentadores.

Evite usar muitos acessórios, pois você pode arranhar um swinger com pulseiras e relógios em um momento de maior empolgação. Também existe a possibilidade de perda.

Não se preocupe caso seja a sua primeira vez, com certeza todo mundo que hoje é swinger já passou por essa experiência e provavelmente, no dia em que você for, outros casais também se encontrarão na mesma situação.

A melhor dica aqui é agir naturalmente. Tente fazer aproximação de maneira cordial e educada, da mesma forma como se faz em reuniões sociais. Apresente-se pelo seu nome, apresente quem está lhe acompanhando e converse de maneira agradável. Não necessariamente quem conversa irá fazer parte da troca de casais.

Se for a primeira vez do casal, vale à pena usar da sinceridade como um passo para inserir-se no grupo, diga: Olá, somos novos por aqui e esta é nossa primeira vez ““.

Participar de Swing
Participar de Swing

 

Depois do primeiro casal, tudo se tornará mais fácil.

Nas casas de swing, regra primordial é educação e gentileza. As pessoas que freqüentam esses lugares têm por hábito manter o bom nível. A maioria das pessoas acha que essas casas são lugares de orgia e baderna, engana-se quem pensa assim, são lugares muito bem organizados, freqüentados por pessoas em sua grande maioria classe média alta.

Outra regra também importante que precisa ser percebida por todos os freqüentadores é de que existe liberdade e que isso implica também em você recusar e/ou ser recusado.

Isso é feito de maneira diplomática e objetiva, um simples “não, muito obrigado” é entendido por todos.

Swingar ou não swingar?

Se você decidir freqüentar, seja sempre honesto com seus sentimentos e desejos e explique ao parceiro que lhe acompanha o que está se passando com você. Se um dos dois não estiver á vontade e preferir sair do local, então é hora dos dois retornarem para casa e conversarem sobre o que se passou com uma das partes. Evite tornar traumática a ida a lugares diferentes.

A linha que divide o “eu realmente queria” e o “eu me senti obrigada” a fazer é pequena demais. Um “não” divide as duas situações. Isso fará uma grande diferença no outro dia.

Não tenham pressa em experimentar todas as novidades de uma casa de swing e nem de trocar de casal com todos os freqüentadores. O prazer também consiste em se aproveitar bem cada oportunidade. Calma, as casas de swing não vão sumir! Ao que tudo indica, vão se expandir.

Um casal que começou a conversar com você, não necessariamente irá fazer troca, muitas amizades iniciam-se nesses locais e conhecer pessoas novas torna-se válido também.

 

Participar de Swing
Participar de Swing

 Por que um casal gastaria de fazer swing se eles estão felizes juntos? A maioria das pessoas têm dificuldade em entender o porquê de algumas pessoas decidirem fazer troca de casal. Quando perguntam a eles por que eles fazem uma troca de casal, a resposta é, porque somos felizes! A maioria das pessoas neste estilo de vida tem muitas coisas boas acontecendo com elas:

  • Elas amam muito seus respectivos parceiros e têm um forte senso de compromisso para que seus relacionamentos tenham sucesso e uma vida longa.
  • Elas têm habilidades de comunicação excelentes e honestas e boa capacidade de resolver problemas.
  • Elas dão suporte um ao outro e têm o desejo de preencher as necessidades do outro, não apenas as necessidades da vida cotidiana mas também as sexuais.
  • Elas também têm uma boa e saudável atitude sexual.

Quando os casais dividem honestamente seus desejos e fantasias, eles sentem que desenvolveram uma ligação íntima. O sexo é uma das atividades mais importantes que você pode dividir com alguém. Sexo também é um impulso natural, saudável, como comer, beber e dormir. Por que pessoas querem fazer sexo com outras pessoas que mal conhecem? Qual é a atração?

Em primeiro lugar, existe um pouco de exibicionismo e voyerismo em todos nós. Algumas pessoas se assustam com esses sentimentos e fazem o que podem para escondê-los. Outros gostam de ceder a eles. Você certamente pode fazer um ou ambos em uma orgia.

Em segundo lugar, está a promessa de uma estimulação visual poderosa numa troca de casal. Observar novos parceiros e outros casais se envolverem em uma variedade de atividades sexuais pode oferecer um intenso prazer sexual.

Qual deve ser sua primeira preocupação? A pergunta que você precisa se fazer é o que poderia acontecer em seu relacionamento se você realizasse suas fantasias? O desejo de preservar o relacionamento que vocês tem um com o outro deve ser compartilhado em respeito a ambos os parceiros. Acima de tudo, faça sua parceira saber que ela é a número um.

Você consegue separar o amor romântico de sexo recreativo? Para praticantes da troca de casal, os atos físicos de prazer sexual, apenas pelo prazer, são diferentes de fazer amor com seu parceiro principal. Dividir nossos desejos mais profundos e experiências sexuais íntimas pode tornar o casal mais próximo, como afirmam muitos casais que fizeram swing. Se você consegue conversar honestamente sobre sexo e sentimentos, você consegue conversar sobre qualquer coisa.

A troca de casal não significa traição. Traição resulta em dor e perda da confiança. Parceiros que são honestos e abertos podem aumentar sua ligação um com o outro. Os casais podem aproveitar a honestidade emocional e sexual favorecida pelo swing.

Como saber se a troca de casal é algo para você? Pergunte a você mesmo e responda sinceramente essas perguntas:

  • Você entende que amor romântico e sexo recreativo são duas coisas diferentes?
  • Como você vai se sentir ao ver sua parceira sentindo satisfação sexual com outra pessoa?
  • Você está fazendo isso para dar prazer a si mesmo ou a ela?
  • Quais fantasias vocês têm e como vocês se sentem sobre realizar essas fantasias? Vocês podem se satisfazer juntos?
  • Vocês conseguem ser totalmente honestos um com o outro sobre tudo?
  • Você está pronto para aceitar uma resposta honesta sobre sua questão? Mesmo que não seja a resposta que você espera ouvir?
  • Vocês são completamente comprometidos um ao outro?
  • Vocês estão prontos para “ir ao resgate” do outro ou manter o bem estar e os sentimentos como primeiras preocupações em seus pensamentos (perguntar à sua parceira periodicamente – “Você está bem, se divertindo, etc.”) durante as experiências de swing?
  • Você pode parar no meio de uma experiência sexual, se sua parceira realmente precisar de você?
  • Você realmente pode dizer a ela que a ama depois de assistir ela se envolver em atividades sexuais com outra pessoa?
  • Como você se sente sobre bissexualidade para você e para ela? (Existem menos bissexuais homens no swing do que mulheres, mas vocês devem discutir o assunto, vocês podem se surpreender).

O casal toma a decisão consciente de fazer troca de casal com outras pessoas. Esse tipo de comportamento acontece há muito tempo e esperamos que nunca desapareça completamente.

Muitos grandes clubes de swing prosperam, fazendo festas regularmente, embaixo do nariz do mundo que não faz swing. Eles são confortáveis e aconchegantes, ótimos lugares tanto para se começar, como para praticantes da troca de casal já experientes conhecerem pessoas. Saia por aí e comece a explorar sua sexualidade e melhorar seu relacionamento. O grupo de praticantes da troca de casal é composto por muitas pessoas diferentes, fisicamente, emocionalmente e intelectualmente. Abracem as diferenças. Vocês vão se encaixar perfeitamente.