Dicas para Troca de Casal Swing ser um sucesso

Dicas para Troca de Casal Swing ser um sucesso

Dicas para Troca de Casal
Dicas para Troca de Casal

A troca de casais hoje é mais real do que uma mera fantasia sexual. É uma prática sexual muito comentada e virou frisson nas grandes cidades.

 Nos últimos dez anos muitos casas de swing, clubs ou boates de swing vêm facilitando esses encontros. O público que mais freqüenta essas casas está na faixa entre 30 e 45 anos, embora não seja difícil encontrar garotas de 25 anos circulando pelo local. O mais difícil é encontrar casais na faixa entre 50 e 60 anos.

Muitos casais que têm a intenção de conhecer outros casais para realizar essa prática também se buscam na internet por chats que tratam desse assunto. Esses casais muitas vezes marcam um jantar para perceber se existe uma afinidade ou atração mútua. Mas a maioria dos que procuram essa troca de casais prefere procurar essas casas/clubs onde não se costuma conversar ou trocar informações sobre afinidades, mas sim ir direto ao ponto e realizar fantasias.

Quando muitos casais param e percebem que a sua vida sexual anda um pouco insatisfeita, que está caindo na rotina e ficando sem graça, sem fogo e não os excita mais, começam a pensar em maneiras para reverter essa situação. Logo vêm à cabeça as mais diversas fantasias sexuais de ambos: ménage à trois, brinquedos eróticos, sexo em público, troca de casal… Enfim, uma variedade enorme de opções.

Agora, vamos falar um pouco sobre esta última: a troca de casal, que consiste em encontrar um outro casal, ou na mesma situação ou que já seja um amante dessa fantasia e a pratique regularmente. Existem algumas normas a serem seguidas para que tudo dê certo como o planejado durante e depois uma troca de casal.

 

Dicas para Troca de Casal
Dicas para Troca de Casal

1 Casa de swing não é terra de ninguém

Como na sua casa e em qualquer ambiente privado, há regras dentro de uma balada liberal. É claro que o ambiente é mais permissivo, afinal, a proposta de uma casa de swing é que as pessoas se permitam. Mas para que tudo corra dentro dos conformes, algumas coisas são proibidas, como um homem entrar sozinho em algumas áreas ou qualquer um adentrar um ambiente que esteja a portas fechadas – porque daí se deduz que quem está lá dentro quer ter sua privacidade respeitada. Certifique-se das regras da casa antes de ir.

2 Muitas coisas são permitidas, mas nenhuma delas é obrigatória.

Aquela história de “ajoelhou, tem que rezar” é a maior estupidez da face da Terra e definitivamente não é válida em casas de swing. Não é porque você entrou lá que você obrigatoriamente vai ter que transar. Ninguém obrigará você a fazer nada. Se quiser transar com várias pessoas, ótimo. Se quiser transar só com o seu parceiro, ótimo também. Se não quiser transar com ninguém, ótimo mais uma vez. Você pode apenas curtir a balada ou exercitar o seu voyeurismo e observar outros casais transando.

3. Baladas liberais não são lugar de traição

Se você tiver o mínimo de respeito pelo seu parceiro, você só irá a uma casa de swing com o consentimento dele. E se é consentido, não é traição. Já inventaram até excursão para Marte, mas ainda não inventaram traição de comum acordo. Lembre-se sempre disso antes de jogar a eventual troca de casais na cara do seu parceiro como argumento em brigas.

4 Democracia: se não funciona como aparato de Estado, pelo menos funciona em ambientes liberais

As casas de swing são ambientes bastante democráticos. Pra quem quiser transar em ambientes públicos, vendo e sendo visto por outros casais, há as áreas de sexo explícito. Quem prefere manter a relação confinada entre quatro paredes pode aproveitar os quartinhos reservados. E quem se interessar apenas por ver a prática ou quiser só curtir a balada também não será discriminado. Sem crise, sem preconceito, sem ter que tirar a roupa, sem ser encoxado deliberadamente. Simples assim.

5 Estabeleça acordos com o seu parceiro antes de ir para a balada

Para evitar problemas futuros, o ideal é que vocês coloquem em pratos limpos tudo o que pode e o que não pode acontecer dentro da casa de swing: se vão fazer troca de casais, se vão praticar ménage, se só vão transar entre si, se vão apenas olhar os outros casais. Lembrem-se sempre de que a conversa aberta e franca é o principal diferencial entre um relacionamento e uma parceria.

6 Por último, porém não menos importante:

Camisinha sempre.

7 Estabeleça os Limites da Troca de Casal

Primeiro de tudo, já que tocamos na palavra… Isso realmente deve ser muito bem planejado! É de extrema importância que o homem e a mulher sentem-se para conversar, antes mesmo de pensar na ideia de fazer uma troca de casal, para avaliar até que ponto poderão chegar durante a fantasia, quais serão os limites impostos um ao outro, o que será liberado e etc.

Por exemplo, estabelecer os limites de aproximação e intimidade para com os convidados. É preciso saber o que poderá ser feito com a outra mulher por parte do homem, e vice-versa. Uma investida a mais na troca de casal pode acabar com um relacionamento, se estiver fora do que foi planejado. Por isso mesmo, é muito importante estar delimitado com antecedência até onde a fantasia pode chegar.

8 Não Faça com Conhecidos

Outro conselho de importância tremenda para aqueles que forem iniciar a fantasia da troca de casal é não envolver amigos e conhecidos nela. Evite maiores problemas relacionados a ciúmes por isso, pois quando se trata de pessoas mais próximas, eles se afloram. A melhor escolha é procurar em sites de encontros casais que estejam à disposição para isso, ou ir à casas de swing na sua cidade.

Quando se insiste na ideia de troca de casal com amigos, as coisas podem não ir muito bem, pois quando o homem der mais atenção à amiga, ou a mulher mais atenção ao amigo, acarreta ciúmes e discussões, podendo acabar com uma amizade ou até mesmo resultar no fim de um relacionamento.

9 Divida as Atenções

Você não pode, de maneira alguma, dar mais atenção para a outra mulher que não a sua. Isso pode sair como um tiro no pé, pois se você teve um árduo trabalho para conseguir fazer isso, ela com certeza não gostará e vai acabar nunca mais querendo fazer isso de novo contigo. Pior, pode até terminar a sua relação por isso – a não ser que vocês sejam já íntimos dessa fantasia.

A ideia da troca de casal é curtir os dois lados nas mesmas proporções, mas se for para curtir uma delas a mais, que faça isso com a sua mulher. Deve-se tomar um cuidado enorme nesse ponto!

10 Não Faça Comparações

Para finalizar, uma das dicas mais importantes para fazer uma troca de casal dar certo é não fazer comparações da performance no sexo da sua mulher com a mulher que você transou naquela noite. Tenha consciência de que isso pode arruinar as suas chances de fazer swing novamente e entenda que, realmente, é algo bastante ofensivo e humilhante para uma mulher ouvir.

Em hipótese alguma, nos dias e meses seguintes, volte a lembrar que “o que aquela mulher fez foi incrível” e proponha a sua mulher tentar fazer igual, pois isso vai soar para ela como uma crítica. Ela vai pensar que não te deixa satisfeito e que você não tira da cabeça as coisas que a mulher com quem você transou na troca de casal fez com você.

Enfim, espero que essas dicas e recomendações listadas acima sirvam para te preparar melhor e saber realizar todo um planejamento, você e sua mulher, antes de pensarem em realizar a fantasia da troca de casal para apimentar uma relação que anda em baixa. Pense em todas as consequências e a proporção que essa escolha pode tomar, e nunca esqueça os cuidados que deve-se tomar após a realização deste.

Se você seguir prontamente tudo isso, as chances de você e sua mulher curtirem a noite e ficarem com o desejo de realizar isso mais vezes, mantendo uma vida sexual ativa e satisfatória para ambos, é grande. Tenha uma boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *